INFRAESTRUTURA PORTUÁRIA

Segundo o World Economic Forum (The Global Competitiveness Report 2016-2017), o Uruguai é o segundo país da América do Sul em qualidade de infra-estrutura portuária.

No Uruguai existem 8 portos com movimentação de cargas: Montevidéu, Juan Lacaze, Zona Franca Punta Pereira, Nova Palmira, UPM, Fray Bentos, M’Bopicuá e Paysandú.

puertos ANP

Mapa dos portos no Uruguai

PORTO DE MONTEVIDÉU

O Porto de Montevidéu, localizado no Rio da Prata, perfila-se geograficamente como uma das principais rotas de mobilização de carga do MERCOSUL. É o principal porto comercial do país. O regime de Porto Livre o tornou o primeiro e único terminal da costa atlântica da América do Sul com um regime logístico atraente e competitivo o trânsito de mercadorias. No Porto de Montevidéu confluem as principais rotas de acesso ao resto do país e, portanto, à região.

O porto tem dois terminais privados: Terminal Graneleira Montevideo (TGM), especializada na movimentação de granéis, e Terminal Cuenca del Plata (TCP), especializado em recipientes Por outro lado, possui o terminal público administrado pela ANP.1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Distribuição de terminais no porto de Montevidéu.

Novo Acesso ao Porto de Montevidéu:

Permitirá fortalecer a relação porto-cidade, conseguindo separar o trânsito de veículos de carga com os de mobilidade urbana, construindo um viaduto no calçadão (rambla) para evitar congestionamentos e reduzir os tempos de espera.

Terminal de pesca – Porto Capurro:

O objetivo é mover as frotas de pesca para o lado norte da baía de Montevidéu (eles geralmente operam no Cais de Mántaras), a fim de descongestionar o porto de Montevidéu.

Porto Logístico Punta Sayago:

Porto Logístico Punta Sayago integra a estratégia de expansão da Administração Nacional de Portos para complementar a área terrestre do Porto de Montevidéu, ampliando da capacidade de infraestrutura portuária.

puntas-de-sayago-y-terminales-de-Montevideo

 

PORTO DE NUEVA PALMIRA

É o segundo porto mais importante do país, caracterizado pelo transporte de grãos e celulose.  Ele está localizado na cidade de Nueva Palmira, na confluência do Rio Paraná com o Uruguai, a 270 km de Montevidéu e a 110 km de Colônia (por terra).

O porto é composto por três terminais privativos: ONTUR (terminal que movimenta celulose da UPM), a Corporação Navios (terminal de granéis) e os Terminais de Líquidos do Uruguai (TLU) (terminal de fertilizantes líquidos). Além disso, inclui o terminal público gerenciado pela ANP, que possui silos para armazenagem de granéis administrado pelo Consórcio de Terminais Graneleiros do Uruguai (TGU).2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Distribuição de terminais no porto de Nueva Palmira

O Porto de Nueva Palmira tem duas vantagens importantes: a sua localização à porta da Hidrovia Paraná-Paraguai e seu regime aduaneiro e fiscal de Porto Livre ou Zona Franca.

HIDROVIA PARAGUAI-PARANÁ (HPP)

Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai são os países que compartilham o sistema fluvial (HPP), cujo principal objetivo é favorecer as comunicações por essa via, otimizando a navegação de barcaças e rebocadores pelos rios Paraguai e Paraná durante a maior parte do ano.

A maioria das mercadorias transportadas pela UHE são commodities, como cereais, fertilizantes, combustíveis e a granel em geral.